Vale é hackeada e documentos mostram como empresa lida com acidentes

By: Felipe Payão

A mineradora multinacional brasileira Vale foi invadida e documentos internos supostamente confidenciais foram retirados e vazados por invasores. Hackers teriam se aproveitado de uma porta aberta no Microsoft SharePoint, ferramenta de software para colaboração em equipe, para resgatar atas, para extrair ocorrências e incidentes de segurança pelo mundo.

TecMundo recebeu os documentos na terça-feira (29) por uma fonte anônima. São cerca de 40 mil arquivos em uma pasta de 500 MB. Por lá, é possível encontrar incidentes de segurança que aconteceram entre 2017 e 2019 em áreas da Vale no Brasil, Canadá, Moçambique, Nova Caledônia e Indonésia.

“Um dos documentos relata assalto a mão armada em um duto, e não houve registro de ocorrência policial posterior”, afirmou a fonte no email em que enviou os documentos. O TecMundoencontrou o documento citado em específico, mas não a questão da ocorrência policial citada.

A Vale foi contatada sobre o incidente, contudo, não ofereceu qualquer resposta até o momento da publicação desta matéria — atualização: após a publicação, a companhia enviou uma nota que você confere abaixo. Do outro lado, os hackers não detalharam como a companhia foi invadida, apenas notaram que os documentos foram extraídos por meio de uma brecha na URL oculta que estava aberta ao público — “Indexação de documentos secretos em um subdomínio oculto, por meio de motores de busca”, notaram.

Mais: https://www.tecmundo.com.br/seguranca/138314-vale-hackeada-documentos-mostram-empresa-lida-acidentes.htm?f&utm_source=facebook.com&utm_medium=referral&utm_campaign=thumb